in

Diego Alves abre o jogo sobre saída do Flamengo

Reprodução / Twitter

No Flamengo desde 2017, Diego Alves fez história no clube e acumulou uma série de títulos relevantes, sendo capitão em boa parte deles. No entanto, desde a temporada de 2021, ele perdeu espaço após uma lesão e acabou se tornando o terceiro goleiro da equipe. Dessa forma, com contrato até dezembro de 2022, ele está de saída do clube e abriu o jogo sobre isso:

“Eu estou vivendo o momento. Nunca falei de renovação com o Flamengo depois desse ano, minha conversa com o Marcos (Braz) sempre foi direta. A gente sabe dos caminhos que toma, tenho 37 anos hoje, não sou mais um garoto. Chega um momento que a gente tem que ser grato, não pode ser egoísta na situação”, disse, antes de completar: 

“Vou desfrutar o máximo com os jogadores, porque é difícil você encontrar um grupo assim, jogadores de tanta qualidade. Já tive títulos em campo, mas agora podemos coroar comigo em outra função. Me deixa feliz da mesma maneira, porque o clube precisa de jogadores nessa função” analisou o goleiro, que ainda falou sobre Santos, o atual titular:

“Estou feliz em fazer parte desse grupo, não existe infelicidade em fazer parte do maior time da América, em sua terceira final de Libertadores? Não tem tristeza. É verdade que tive uma lesão, a do púbis, que me incomodou bastante durante muito tempo. Agora estou completamente recuperado. Independente de jogar ou não, o Santos está vivendo grande fase, talvez seja o melhor da posição no Brasil. Meu contrato está acabando no fim do ano, agora é curtir, mas sempre trabalhando bastante, está no nosso sangue”, finalizou. 

Marcelo Cortes / Flamengo

Marcos Braz elogia Dorival e cobra foco no Brasileirão

Após dores no pé, Arrascaeta aponta ainda sentir desconforto