in

Com o futuro indefinido, Dedé se recupera no Flamengo

Reprodução / Twitter

Com os inúmeros erros da dupla Gustavo Henrique e Léo Pereira, a pressão para a contratação de um outro zagueiro cresce a cada dia nos bastidores rubro-negros. E um nome vem ganhando força entre a Nação. Trata-se de Dedé, que segue com futuro indefinido no Cruzeiro.

O atleta segue sua recuperação após a cirurgia realizada em março. Desde então o zagueiro vem fazendo atividades coordenadas por Léo Melo, integrante da equipe de preparadores físicos do Flamengo. Os trabalhos estão sendo realizados em uma das escolas do Zico, no Rio de Janeiro.

Em recente entrevista ao jornal Superesportes, o representante do atleta, Giuliano Aranda, afirmou que o retorno do defensor aos gramados será em breve.

“Estamos bem esperançosos de que (o Dedé) esteja próximo de voltar na virada do ano, voltar ao treinamento de um atleta. Ele vem treinando há algumas semanas em bom nível. Mas não deixa de ser uma transição, requer cuidado”, disse.

No entanto, segundo o empresário, o futuro do jogador na equipe mineira é incerto, mesmo com o contrato se encerrando no final de 2021.

“O carinho que ele tem pelo clube vem de longa data, não perdeu. Não adianta especular neste momento. Vamos conversar com o Cruzeiro. Tivemos contato na operação do Caio Rosa (ex-atacante do clube), sempre mantemos contato sobre o Dedé. Mas ainda teremos, em breve, uma conversa mais específica”, revelou o agente.

O atleta faz posts quase diariamente os trabalhos de recuperação, além da escola de Zico, as praias cariocas e academias específicas para condicionamentos de atletas fazem parte das suas publicações. O jogador coleciona um longo histórico de lesões que atrapalharam a sua carreira.

A última partida disputada por Dedé foi há mais de um ano. No 19 de outubro de 2019, o zagueiro esteve em campo quando o Cruzeiro foi derrotado por 2 a 1 em duelo contra o Corinthians, pela Série A do Campeonato Brasileiro.

Dedé foi contratado pelo Cruzeiro em 2013. Ele estreou pelo clube na vitória por 4 a 0 sobre o Resende, pela Copa do Brasil daquele ano. Ao todo foram 188 jogos e 15 gols marcados. Com a camisa celeste ele conquistou dois Brasileiros (2013 e 2014), três Estaduais (2014, 2018 e 2019) e duas Copas do Brasil (2017 e 2018).

Botafoguenses sobre Gatito no Fla – ‘Será a maior decepção da minha vida’

Jornalista critica Flamengo por não renovar com Diego Alves – ‘Economia burra’