in

Rafinha relembra saída do Flamengo

Um dos jogadores mais importantes do Flamengo em 2019, Rafinha decidiu sair do clube no ano seguinte e atuar no Olympiacos, da Grécia. Em entrevista ao podcast Flow, o lateral-direito falou sobre sua saída e a relação com Filipe Luís:

“Não foi tranquila (a saída). Nunca foi e nunca vai ser. É sinistro falar uma coisa dessa. Eu joguei um ano no Flamengo aqui, parece que eu joguei 50. Foi tão intenso aquele ano, de tanta conquista, de tanta vitória, um ano especial. Do meu lado pessoal também. Da minha família poder me ver jogar no Maracanã toda semana já sabendo que a gente ia ganhar todos os jogos. No meu lado pessoal e profissional, o que eu pensava? ‘Vou seguir minha vida, joguei um ano aqui e ganhei tudo’. Mas para a torcida, isso foi um golpe muito forte”, disse Rafinha.

“Parceiro meu, da minha cidade, os caras ficaram dois, três meses sem falar comigo. O Filipe Luís deu entrevista aí recente, falou que ficou zangado comigo. Eu mandei mensagem para ele, falei ‘ô magrelo, você tá de brincadeira, hein?’. Por isso que ele não falava comigo. Eu fui pra Grécia, ele não falava comigo. Eu mandava mensagem, ele visualizava e não respondia. Agora que eu fui descobrir que ele falou que não ia me perdoar nunca. Se o Filipe, que é meu parceiro, jogou comigo desde 2003, sub-17, sub-20, ficou zangado comigo, imagina o torcedor”, finalizou.

Lorran comemora gol histórico pelo Flamengo

Empresário de Bruno Henrique abre o jogo sobre renovação de contrato e interesse de rival