in

Sheik analisa temporada do Flamengo e explica por que ‘só Jorge Jesus’ pode salvar a equipe

Reprodução / SBT

O Flamengo se despediu de sua torcida do Maracanã em 2021 com mais uma derrota. Desta vez, o Mais Querido foi superado pelo Santos, pelo placar de 1 a 0 e com muitos protestos da torcida que apoiou o time em grande parte do duelo. Após o apito final, a torcida gritou ‘time sem vergonha’.

O ex-jogador do clube carioca, Emerson Sheik afirmou que não concorda com os protestos direcionados ao elenco, mas ressaltou que faltou comando para a equipe na atual temporada que teve Rogério Ceni e Renato Gaúcho como treinadores.

“(Time sem vergonha) não acho. O Flamengo faltou mesmo o comando, não foi só dos atletas. Com o Renato, antes com o Rogério faltou pulso. O que o Jorge Jesus tinha, eles não tiveram”, disse durante o Arena SBT.

A Nação também gritou “Mister”, pedindo o retorno do técnico português ao clube carioca. Sheik faz coro com os torcedores e crava que somente Jorge Jesus tem competência para recolocar o time nos eixos.

“Hoje, no mercado não está, mas acho que ele aceita negociar, só o Jorge Jesus (seria bom para o Flamengo). É amado pelo torcedor, respeitado pelos atletas, admirado pela diretoria. O que ele fez na passagem pelo Flamengo, nenhum treinador fez na história”, avaliou.

“Um cara da idade dele já não está buscando mais a parte financeira. Se, por acaso, não classificar, o cenário é favorável a ir para o Flamengo”, completou, lembrando do risco que o Benfica corre na Champions League.

Ex-goleiro da Seleção cutuca o Flamengo

Deyverson acredita em soberba no Flamengo e manda recado para Gabigol: ‘Tem que respeitar’