in

Landim afirma que título da Libertadores não garante permanência de Renato Gaúcho

Alexandre Vidal / Flamengo

Tendo chegado ao Flamengo há poucos meses, o treinador Renato Gaúcho foi contratado no meio da temporada com um acordo válido até dezembro de 2021, para substituir Rogério Ceni. E apesar de um começo promissor, o time caiu de produção e irritou a torcida, especialmente após a eliminação da Copa do Brasil e a pequena possibilidade de título do Brasileirão. Em entrevista à ESPN Brasil, o Presidente Rodolfo Landim, afirmou que haverá uma avaliação do trabalho do treinador após o fim da temporada.

“É um trabalho avaliado no seu todo, não simplesmente em um único jogo. Claro que o resultado é sempre importante, a gente busca sempre os títulos. Mas a avaliação é sempre feita em cima de um todo. E é em cima disso que nós vamos fazer nossa primeira reunião logo após o término do Campeonato Brasileiro”, afirmou o Presidente, que ainda foi questionado sobre a polêmica sobre a partida com o Grêmio.

“A torcida de um clube é muito apaixonada e muito influenciada, às vezes, por resultados que ocorrem. A gente viu a torcida muito feliz com alguns resultados do Flamengo. Aí, nós vimos um jogo em que o estávamos na frente contra o Grêmio, que por acaso foi o clube que o Renato fez a maior parte da sua carreira, como treinador e jogador, e acabamos perdendo a oportunidade de fazer três pontos. O torcedor é apaixonado, quer ganhar todo jogo, todos ficamos chateados, eu inclusive, como torcedor”, completou.

Felipe Melo minimiza “favoritismo” do Flamengo na final da Libertadores

David Luiz pede foco e projeta a final da Libertadores