in

Gerson parabeniza o Flamengo e deixa torcida animada sobre um possível retorno

Coluna do Flamengo
Coluna do Flamengo

O meia Gerson parabenizou o Flamengo pelos 126 anos e aproveitou a deixa para mandar um recado especial para a torcida nas redes sociais. Multicampeão pelo clube carioca, o “Coringa”, atualmente no Olympique de Marseille, da França, alegrou a Nação com sua mensagem.

“Alô, Mengão! Coringa na voz… Estou passando aqui para desejar um feliz aniversário de 126 anos, todos vocês sabem que o meu coração é vermelho e preto. Desejo tudo de bom! Nos vemos em breve”, disse Gerson, em publicação postada pelo perfil oficial do Olympique de Marselha nas redes sociais.

O ex-camisa 8 do Mais Querido foi negociado com o clube francês na última janela de transferências por 25 milhões de euros (R$ 160 milhões), e vem tendo muitas dificuldades de adaptação e de se firmar na equipe do técnico Jorge Sampaoli, que foi o principal entusiasta na contratação do jogador. Até o momento, Gerson entrou em campo em 14 partidas, marcando um gol e deu duas assistências.

O jornalista Jorge Nicola, recentemente falou sobre a possibilidade do atleta retornar ao Mais Querido devido ao baixo rendimento na França, e principalmente pela relação com seus companheiros de elenco. “Ao que parece, o ex-jogador do Flamengo não vai durar muito tempo em sua segunda tentativa de passagem pelo futebol europeu. (…) A passagem do Gerson ainda é discreta pelo clube francês. O pior, a relação dele com outros atletas não é das melhores. A alegação é de que ele é o queridinho do Sampaoli, e até por isso tem alguns privilégios dentro de campo. A verdade é de que se o Gerson não mostrar muito mais disposição e intensidade, algo muito cobrado no futebol europeu, a tendência é que ele volte ao futebol brasileiro. Vale a lembrar que ele já passou pela Fiorentina e pela Roma”, disse em seu canal no Youtube.

Marcelo Cortes / Flamengo

Sonho da torcida para o lugar de Renato Gaúcho, técnico português define sua prioridade para a sequência de sua carreira

Jornalista faz lobby para medalhão ser sacado do time titular: “É preciso”