in

Denilson afirma que Gabigol deveria ter sido expulso por agressão em partida contra o Athletico-PR

Divulgação

O duelo entre Flamengo e Athletico-PR na Arena da Baixada, que aconteceu nesta terça-feira (02) e terminou empatado em 2 a 2, teve muitas polêmicas que ainda repercutem na imprensa esportiva. Na opinião do comentarista da Band, o atacante Gabigol deveria ter sido expulso logo no começo do jogo por agredir Nico Hernández sem a bola.

“Passou despercebido. Eu também não tinha visto. Quem tem que ver [esse tipo de lance] é o VAR. Quando a gente coloca um lance polêmico ou que gera alguma discussão, eu costumo ver o posicionamento do árbitro, e ele estava bem posicionado. O VAR deveria ter comunicado ao árbitro que o Gabigol deu um soco no adversário. O Gabigol não faz o gesto de empurrar, de fazer uma obstrução, ele dá um soco nas costas do adversário. Se o árbitro fosse para o VAR, teria dado o cartão vermelho, aí o panorama do jogo seria completamente diferente”, afirmou o comentarista que ainda comentou sobre o lance entre Renato Kayser e Léo Pereira.

“Quando eu vi o lance, achei de primeira que o Léo Pereira tivesse dado uma cotovelada com o braço direito. Pensei: ‘os dois serão expulsos’. Mas não. O Léo Pereira não fez nada. Pelo contrário: ele tomou soco nas costas, pontapé. Ele foi agredido. No primeiro momento, o árbitro teve a mesma leitura de quem estava assistindo ao jogo, que era o cartão vermelho. Não entendo quando ele vai no VAR, revê o lance, e retira o vermelho e dá o amarelo ao Kayzer”, finalizou.

Após empate narrador alfineta o Flamengo: “Não tem Bayern de Munique no Brasil”

Vampeta crava quando Renato Gaúcho será demitido