in

Dono de 50% do passe de Matheuzinho quer vender o lateral para o Flamengo

Alexandre Vidal / Flamengo

O Flamengo não possui a totalidade dos direitos federativos de um dos destaques do time na atual temporada. Trata-se do lateral-direito Matheuzinho, reserva imediato do chileno Maurício Isla. O clube carioca comprou 50% dos direitos do atleta em fevereiro de 2019 junto ao Londrina por R$ 1.2 milhão. O jogador foi contratado para inicialmente para atuar nas categorias de base do rubro-negro, mesmo sendo titular da equipe paranaense na época.

Agora com o sucesso do defensor no time do técnico Renato Gaúcho, os clubes podem negociar o restante do percentual. Em entrevista à Rádio Paiquerê 91,7, o gestor do Tubarão, Sérgio Malucelli, afirmou que as tratativas existem, mas “ainda tem muito tempo”.

“Tivemos recentemente algumas conversas, mas temos que pensar bem porque o jogador tem um futuro muito promissor. Temos ainda 50% dele. No momento certo vamos negociar (a venda), mas ainda tem tempo. E não é só ele, temos jogadores da base que começam a fazer trabalho.”

O Londrina trata o jovem como um dos principais ativos do clube e o cartola reconheceu que a venda é primordial para os cofres do clube alviceleste. “O Matheuzinho, por exemplo, é um ativo que se for vendido paga todos os problemas e ainda sobra.” Matheuzinho tem 21 anos e se destacou na base em 2019. Subiu de vez para o profissional em 2020 e já disputou 68 jogos com a camisa Rubro-Negra. O lateral-direito já distribuiu 13 assistências.

Ex-Flamengo e Palmeiras troca de favorito para a final da Libertadores

[VÍDEO] Torcida do Flamengo lota os arredores do Maracanã para semifinal da Copa do Brasil