in

Marcos Braz leva “dura” da torcida após tuíte sobre preço dos ingressos viralizar

Marcelo Cortes / Flamengo
Marcelo Cortes / Flamengo

Depois da derrota acachapante para o Fluminense por 3 a 1, no último sábado (23), no Maracanã, o vice-presidente de futebol do Flamengo, Marcos Braz passou por uma situação curiosa nas redes sociais. No Twitter, um post antigo seu, feito em 2013, voltou a viralizar devido ao alto preço dos ingressos para a semifinal da Copa do Brasil, diante do Athletico-PR, no Maracanã. Em 2013, ano da conquista da mesma competição nacional, curiosamente contra o mesmo adversário, o cartola não ocupava nenhum cargo no clube, que era presidido por Eduardo Bandeira de Mello. Naquela ocasião, Braz fez um tuite criticando o valor dos ingressos para a partida de volta contra o Cruzeiro. O duelo foi vencido pela equipe rubro-negra por 1 a 0, resultado que garantiu a sua classificação para a próxima fase do torneio.

E aí, a p*** do ingresso tem que ser mais barato ou não? Me fala aí os burocráticos do futebol, que querem descobrir a pólvora“, publicou o atual VP do Flamengo, no dia 29 de agosto de 2013, poucas horas após a partida terminar. Na época, o clube carioca cobrava preços considerados altos para os seus jogos em casa, o que vinha sendo bastante criticado pela torcida. Dias antes da partida contra a Raposa, porém, o Flamengo anunciou a redução no valor das entradas para o confronto. Os mais baratos, que anteriormente custavam cerca de R$ 100, caíram para R$ 60. O resultado foi um Maracanã lotado. Na época, a diretoria de Bandeira de Mello ainda contava, por exemplo, com alguns nomes que também estão na atual gestão. Landim, atual presidente e que era vice-presidente de Planejamento, e Luiz Eduardo Baptista, o BAP, atualmente Vice-presidente de Relações Externas e que era vice-presidente de Marketing.

Passados mais de oito anos desde o ocorrido, o tuíte de Braz foi recuperado pela torcida rubro-negra, que deu uma “dura” no dirigente por conta da atual situação do clube em relação aos ingressos para a partida de quarta-feira, que também são caros e chegam a custar R$ 1.000. A maioria dos torcedores reproduziu a publicação antiga de Braz nos comentários, como forma de ironizar o dirigente, que diferentemente de 2013, agora faz parte da diretoria.

Flamengo realiza plantio de 390 árvores para os gols marcados no Brasileirão

Jornal Espanhol detona setor defensivo do Flamengo após derrota para o Fluminense