in

Jornalista pede calma por má atuação, mas critica desempenho de Renato Gaúcho

FOTO: REPRODUÇÃO/FLATV

Mais uma vez o Flamengo não teve uma boa atuação e com a equipe recheada de reservas foi derrotado pelo Fluminense por 3 a 1, no último sábado (23), no Maracanã. Diante de mais uma performance bem aquém do esperado, o elenco rubro-negro foi alvo de muitas críticas e em especial o técnico Renato Gaúcho, que depois do início avassalador com inúmeras goleadas parece não conseguir fazer a equipe jogar em alto nível sem suas principais estrelas.

E o comentarista da ESPN, Gustavo Zupak comentou sobre o atual momento do atual bicampeão brasileiro. De acordo com o jornalista, essa não é a equipe que vai disputar as finais da Libertadores e a possível decisão da Copa do Brasil, caso consiga a classificação diante do Athletico-PR na próxima quarta-feira (27), no Maracanã. O profissional ainda admitiu que quando o elenco do Mais Querido precisou do treinador, deu com a “cara na parede”.

“Esse Flamengo não é o Flamengo que vai jogar a final da Libertadores e a final da Copa do Brasil. O Renato mostra problemas na organização coletiva do time. Quando o time depende da mão de seu treinador para solucionar problemas e furar bloqueios, o time tem dado com a cara na parede, mas não dá para dissociar o fato de que o Flamengo não tinha seis titulares. Três deles são o Arrascaeta, Bruno Henrique e Gabigol. Praticamente impossível, com trabalhos curtos, pouco elaborados, que um time que tinha Bruno Henrique, Gabigol e Arrascaeta, perca esses três e o padrão não vá lá embaixo. O Flamengo teve um ataque com Michael e Vitor Gabriel. Esse não é um grande ataque.”

Rogério Ceni pede ao São Paulo a contratação de mais um medalhão do Flamengo

Flamengo realiza plantio de 390 árvores para os gols marcados no Brasileirão