in

Luís Roberto detona Rodrigo Caetano do Atlético-MG e defende o Flamengo

Reprodução

A rodada do Brasileirão do último final de semana foi recheada de lances polêmicos. Principalmente nas partidas do líder Atlético-MG e do vice-líder Flamengo. A equipe mineira reclamou bastante de um pênalti não marcado. O time do técnico Cuca acabou derrotado pelo Atlético-GO por 2 a 1. Já o rubro-negro reclamou de dois lances cruciais no empate diante do Cuiabá por 0 a 0, no Maracanã. A primeira reclamação é sobre a anulação do gol marcado por Michael.

O outro lance seria um suposto pênalti não marcado. No lance o atacante Vitinho sobe para cabecear e sofre uma cotovelada. O arbitro ignorou o lance e deu sequência a partida. Obviamente os lances foram tema de debate na mídia esportiva. E foi a vez do narrador da Rede Globo, Luís Roberto se posicionar sobre as polêmicas envolvendo a arbitragem. Durante a sua participação no programa “Seleção SporTV”, ele fez duras críticas ao comportamento de Rodrigo Caetano, diretor do Atlético-MG. O cartola deu a entender que a equipe mineira vem sendo mais prejudicada que outros clubes na atual edição do Brasileirão.

“Eu só não vou admitir, em hipótese nenhuma, um sujeito que eu luto e tenho admiração profissional e pessoal, que é o Rodrigo Caetano, que ele venha colocar em suspeição a idoneidade do Rapahel Claus e dos outros que compõem a arbitragem. Aliás, arbitragem solicitada pelo Galo, arbitragem Fifa. Então, toma, vai árbitro Fifa no jogo do Atlético. Aí, ele vai na entrevista coletiva e diz que há suspeição. Isso antes do que aconteceu no Maracanã, porque o Flamengo foi tão ou mais prejudicado por erros, por incompetência, por interpretações da arbitragem”, afirmou.

Apresentador garante que Palmeiras chega na final da Libertadores no mesmo nível do Flamengo

Organizadas do Flamengo criticam diretoria por preço dos ingressos na semifinal