in

Thiago Maia atua bem e reacende disputa no meio do Flamengo

Divulgação / Flamengo

A goleada por 4 a 0 diante do Grêmio na noite da última quarta-feira (25), em duelo válido pelas quartas de final da Copa do Brasil, reacendeu uma polêmica entre os torcedores rubro-negros. Isso porque uma parte da torcida defende que o meia Diego Ribas, que vem atuando como segundo volante, perca a titularidade na equipe comandada pelo técnico Renato Gaúcho. E a entrada de Thiago Maia na partida contra os gaúchos deu um forte argumento para essa ala da Nação.

No entendimento dos torcedores e de grande parte da mídia esportiva, o camisa 8 foi um dos pilares para a construção do placar, já que no entendimento dos comentaristas, a entrada do volante reforçou a marcação no meio campo da equipe carioca, sendo esse um dos grandes questionamentos da titularidade do camisa 10, que foi adaptado à essa função. A grande atuação de Thiago Maia, deve no mínimo ter colocado uma dúvida na cabeça do treinador, e com certeza reativou a polêmica entre a torcida.

Desde que chegou ao Ninho do Urubu, Renato devolveu Willian Arão ao meio de campo e escolheu Diego como seu parceiro à frente da zaga em nove jogos, atuando atrás dos “intocáveis” Everton Ribeiro, Arrascaeta, Bruno Henrique e Gabigol, formação que voltou a funcionar em potência total. A alternativa por Thiago Maia dá ao técnico um reforço físico no setor que, caso não seja ideal em todos jogos, será importante em duelos como o diante do Grêmio na Arena.

Diego já mostrou estar adaptado e capaz de fazer a função, contribuindo muito na saída de bola com qualidade. Por outro lado, Thiago Maia entrega maior intensidade estando 100% recuperado da lesão que o deixou quase 1 ano fora dos gramados, além de força nos duelos individuais e não deixa de entregar na distribuição, tendo o passe longo como uma de suas principais características.

Thiago Maia busca ter uma sequência entre os titulares do Flamengo. Seu contrato de empréstimo com o clube da Gávea foi prorrogado por conta da pandemia e é válido até junho de 2022. O atleta pertence ao Lille, da França.

David Luiz fica próximo de definir o seu futuro

Torcedores do Santos mostram receio em duelo contra o Fla – “Melhor perder de W.O”