in

Marcos Braz não desiste da contratação de Thiago Mendes

Marcelo Cortes / Flamengo
Marcelo Cortes / Flamengo

Os dirigentes Marcos Braz e Bruno Spindel retornaram ao Brasil de mãos abanando. É bem verdade que as dificuldades financeiras que o Flamengo atravessa atrapalham bastante na hora de bater o martelo nas contratações. Mas talvez a tática “gelo no sangue”, adotada por Braz não surta efeito desejado dessa vez.

O cartola ainda não desistiu de contratar o meia Thiago Mendes, e mesmo tendo retornado ao Brasil, o vice-presidente quer manter contato com os dirigentes do Lyon. A diretoria do clube francês está irredutível e pede 2 milhões de euros (R$ 12.2 milhões) pelo empréstimo do jogador, peida considerada alta para a realidade financeira do clube no momento.

O clube carioca acena com 600 mil euros (R$ 3.6 milhões), bem menos do que os franceses exigem. Agora resta a torcida rubro-negra esperar que os dirigentes cariocas consigam na “lábia” dobrar a rigidez dos cartolas europeus.

Flamengo confirma que mais um atleta testou positivo

Agentes descartam David Luiz no Flamengo