in

Gabigol dispara contra arbitragem de Flamengo x Internacional

Divulgação / Flamengo

Além da pífia atuação do Flamengo diante do Internacional, um jogador em especial teve uma noite pra esquecer. A goleada sofrida por 4 a 0, na noite deste domingo (08), além de evidenciar uma noite pra ser esquecida, a equipe carioca ainda terminou o duelo com 10 jogadores em campo. O atacante Gabi foi expulso infantilmente depois de chutar a bola pra longe, quando a partida já estava parada. Por essa primeira jogada o jogador tomou o somente o cartão amarelo.

Mas injustificavelmente o camisa 9 resolveu aplaudir ironicamente o cartão recebido. O juiz da partida foi alertado pelo quarto árbitro sobre a atitude infantil do artilheiro e deu o segundo amarelo e consequentemente o vermelho. Na saída do campo o artilheiro foi flagrado pelas câmeras de televisão reclamando da expulsão.

“Na moral, isso é uma piada. Por isso que o futebol brasileiro é isso. É uma várzea”, disparou o atacante. A falta que o atleta fez em campo não foi tão sentida, já que quando Gabi foi expulso, os gaúchos já venciam por 3 a 0, e não teve impacto na goleada sofrida.

No entanto, a conduta adotada pelo árbitro foi muito criticada pelos jogadores rubro-negros. De acordo com alegação de alguns jogadores da equipe carioca, o juiz Paulo Roberto Alves Junior parou demais a partida e conversava muito com os atletas em campo. Com a acachapante derrota o time rubro-negro interrompeu a sequência de vitórias e ocupa o 5º lugar na classificação do Brasileirão com 24 pontos.

Flamengo confirma lesão em Pedro

Renato Gaúcho ameniza goleada sofrida para o Internacional