in

Isla revela ansiedade para encontrar a torcida do Fla pela 1ª vez

Alexandre Vidal - Flamengo
Alexandre Vidal - Flamengo

O Flamengo encara o Defensa y Justicia, da Argentina, nesta quarta-feira (21) pelo segundo jogo das oitavas de final da Libertadores da América. O duelo vai acontecer em Brasília, e terá um combustível extra, já que marca o reencontro com a Nação. E um dos mais empolgados com a presença dos torcedores rubro-negros no estádio Mané Garrincha é o lateral-direito Maurício Isla. O chileno que está no clube desde 2020 não vê a hora de atuar diante da torcida pela primeira vez.

“É uma ansiedade diferente. Estou aqui desde o ano passado, fui campeão, mas ainda não tive esse prazer. Quero vê-los na arquibancada jogando junto conosco. Estou muito feliz pela oportunidade, pois todos dizem que a torcida do Flamengo no estádio é diferente das outras. Não vejo a hora”, disse em entrevista ao Uol Esporte.

É importante relembrar que a última vez que o clube carioca jogou diante de sua torcida, foi exatamente no mesmo estádio em que vai decidir a vaga na próxima fase da competição continental. Em 2020, ainda sob o comando de Jorge Jesus, o Flamengo enfrentou o Athletico-PR na final da Supercopa do Brasil, no dia 16 de fevereiro e venceu por 3 a 0, sagrando-se campeão diante de pouco mais de 48 mil torcedores.

Agora, um ano e meio depois, chegou a hora do Flamengo reencontrar a Nação. Com público reduzido, o Mané Garrincha poderá receber até 18 mil torcedores. O confronto diante do Defensa y Justicia acontecerá a partir das 21h30 (horário de Brasília), com transmissão ao vivo e exclusiva do canal Fox Sports.

Comentarista da Band se empolga com reserva do Flamengo

Inter de Milão quer rescindir com Vidal, e jornal vê futuro na América do Sul