in

STJD reativa processo e Bruno Henrique pode não atuar mais pelo Brasileirão

Alexandre Vidal / Flamengo

O Superior Tribunal de Justiça Desportiva (STJD) decidiu reativar o processo contra o atacante Bruno Henrique, do Flamengo. A denúncia contra o atleta remete ao lance em que ele atingiu o rosto e causou uma fratura no nariz do volante Breno, do Goiás, no confronto entre as equipes pela 11ª rodada do Campeonato Brasileiro. A informação é do Jornal O Dia.

Anteriormente, a comissão disciplinar não deu prosseguimento à denúncia por entender que o lance estava perto da visão do árbitro da partida que sequer puniu o atleta. A Procuradoria recorreu, e o Pleno decidiu que o clube goiano, como autor da notícia de infração, deverá ser intimado.

Dessa forma, o atacante poderá ser enquadrado no artigo de jogada violenta que prevê uma suspensão de 1 a 6 jogos, fazendo com que o atleta possa não disputar mais o Brasileirão de 2020/21. O caso será analisado na próxima sessão da Terceira Comissão Disciplinar.

Flamengo desiste de exercer opção de compra de Guilherme Bala

Jorge Jesus tem chances de retornar ao Flamengo, diz jornalista