in

Flamengo vence o Fluminense pela Superliga

Imagem: Paula Reis/CRF

Sem poder contar com seu maior nome, o técnico Bernardinho, afastado da partida por precaução, após ter tido contato com uma pessoa com COVID-19, o Sesc RJ Flamengo entrou em quadra e venceu sem sustos o Fluminense na noite desta terça-feira (26). No ginásio das Laranjeiras, o time rubro-negro, comandado pelo assistente técnico Hélio Griner fez 3 sets a 0 (25-20, 25-18 e 25-20) e chegou aos 33 pontos, assumindo a quarta posição na tabela de classificação da Superliga Banco do Brasil feminina de vôlei.

Em seu segundo jogo seguido como titular da equipe, substituindo Lorenne, que está retornando depois de tratamento de uma lesão na panturrilha esquerda, a oposta Sabrina foi eleita a melhor em quadra e também terminou como a maior pontuadora do confronto, com 16 acertos. Feliz com o primeiro troféu nesta temporada, ela acredita que o time mostrou segurança em todos os fundamentos e que precisa trabalhar para manter essa pegada para o restante da competição.

“Foi uma vitória importante para o time. Já enfrentamos o Fluminense muitas vezes nesta temporada e aproveitamos a última semana para trabalhar e estudar ainda mais. Conseguimos fazer tudo o que nos foi determinado e fomos bem em todos os fundamentos. A defesa e o contra-ataque funcionaram, sacamos bem e nosso ataque também conseguiu ser eficiente, fugindo da marcação delas. Fizemos uma boa partida e espero que consigamos seguir com tudo, conquistando o maior número de pontos possíveis para chegar bem aos playoffs”, disse Sabrina.

“O Flamengo está refém de 2019. Se usar aquela régua, está ferrado”, diz Mauro Cezar

Flamengo vence o Fortaleza pelo NBB no Maracanãzinho