Sou Fla de Coração

Um site feito de Flamenguista para Flamenguista

Ads

Ads

News

Fábio Luciano vê provocação de Gabigol para Rogério Ceni

O comentarista dos canais ESPN e ex-capitão do Flamengo, Fábio Luciano, fez algumas ponderações sobre o comportamento de Gabi, que acompanhou grande parte da partida contra o Ceará do banco de reservas. Segundo a análise do comentarista, a postura do camisa 9 foi uma provocação ao treinador Rogério Ceni, que escolheu por começar a partida com Pedro na posição.

Logo após o aquecimento, o artilheiro se dirigiu ao banco de reservas, desamarrou as chuteiras e continuou com a camisa de treino. Vale lembrar que o atacante só entrou em campo aos 25 minutos do segundo tempo.

“Não é o procedimento normal ir para o banco de reservas, tirar a chuteira e ficar com a camisa de treino. Acho que nem é permitido pela regra. Tem que ficar com o uniforme, pronto para entrar em jogo. Então, acho que foi uma provocação do Gabigol à situação de ele ficar no banco. Depois, ele é cobrado pelo quarto árbitro e faz isso”, opinou Fábio Luciano em participação no SportSCenter, da ESPN Brasil, hoje.

De acordo com o Fábio Luciano, Ceni encontrou algumas dificuldades para implementar algumas ideias, assim como o seu antecessor, o espanhol Domènec Torrent. O ex-atleta tem a ideia que os jogadores ainda estão presos com a metodologia de 2019, criando barreiras para as novidades.

“É muito difícil para o Rogério Ceni – assim como foi para o Dome. O Flamengo vem de um ano em que todos os jogadores eram estrelas do país. E foram merecedores em 2019 – ganharam tudo. Mas o tempo passa, as coisas mudam, tem que olhar para frente. O treinador que chega no Flamengo bate neste muro”, afirmou.

“Ele quer mexer em uma peça e o jogador deve pensar que não está reconhecendo a história. É difícil. São todos jogadores grandes. Tem um bloqueio para tirar Arrascaeta, Everton Ribeiro, Gabigol, Willian Arão. E os jogadores não estão dando passos à frente, estão presos ao passado. Parece que acham que não precisam correr muito por causa do ano passado”, continuou.

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: