in

Tite dá sua opinião sobre o trabalho de Ceni no Flamengo

Alexandre Vidal/CRF

Tite, técnico da seleção brasileira foi o convidado especial do Seleção Sportv. O treinador garantiu que o meia Gerson, do Flamengo não está sofrendo nenhum tipo de boicote nas convocações da seleção. Ele aproveitou para salientar que a mudança no estilo de jogo do clube carioca sob o comando de Domènec Torrent prejudicou bastante o meia na luta por uma vaga no elenco da seleção pentacampeã mundial.

Na opinião do treinador, o catalão fez muitas alterações no estilo de jogo do time, fazendo o meia alterar o seu posicionamento em campo. No entanto, agora sob a batuta de Rogério Ceni o camisa 8 vem atuando melhor a cada partida assim como toda a equipe.

“Agora com o Rogério Ceni, o Flamengo tá recuperando a memória tática do Jorge Jesus. Um primeiro meio-campista, um articulador na fase ofensiva na frente dele, no caso o Gerson, dois externos que flutuam, criam e são articuladores, que são Everton e Arrascaeta, pra dois atacantes centrais de movimentação, que é Gabigol e Bruno Henrique. Ele tá trazendo essa memória tática porque foi o melhor momento do Flamengo“, disse.

“Quando veio o técnico espanhol, ele começou a modificar um pouquinho e trazendo o Gerson por vezes como homem mais avançado com dois meio-campistas posicionais, Arão e Thiago Maia. Quebrou-se a estrutura um pouquinho e demora um tempo para se reorganizar. Atacantes de velocidade do lado, como o próprio Ceni fez no começo. Ele refaz uma estrutura que deu certo“, finalizou.

Gabigol elogia mudança feita por Ceni e afirma – “Treinamos muito isso”

Lázaro é observado por clubes europeus; Flamengo estipula valor para vendê-lo