in

Grupo político do Flamengo questiona proposta orçamentária para 2021 – “Excessivamente otimista”

Divulgação / Flamengo

Na noite da última terça-feira (15), o Conselho de Administração do Flamengo aprovou o orçamento para a próxima temporada. A proposta da direção prevê uma receita bruta de R$ 953 milhões, valor bem superior ao que foi aprovado para esse ano de 2020: R$ 726 milhões inicialmente e R$ 677 milhões, após readequação por conta da pandemia.

Em nota, o grupo político “Sócios Pelo Flamengo“, o “SóFla“, questionou as premissas que considerara como “excessivamente otimistas” por conta da pandemia de Covid-19 que ainda deve afetar o futebol no país em 2021.

O grupo diz ainda que “o orçamento deveria ter sido elaborado com base em premissas mais realistas” e que irão seguir vigilantes “para que não haja retrocesso quanto à gestão“.

Confira a Nota:

CONFIRA A NOTA DO “SÓFLA”:

O SóFLA sempre defendeu a gestão profissional e responsável dos recursos do FLAMENGO e, por essa razão, nos causam bastante preocupação as premissas excessivamente otimistas adotadas na proposta de orçamento levada à deliberação no Conselho de Administração na noite de hoje.

Embora o grupo reconheça a boa saúde financeira do Clube, entendemos que o orçamento deveria ter sido elaborado com base em premissas mais realistas, considerando o atual contexto econômico e sanitário do país.

O grupo segue vigilante para que não haja retrocesso quanto à gestão responsável e profissional do Clube“.

Torcida do Flamengo pede por Benítez do Vasco

Léo Duarte pode trocar gigante europeu pela Espanha, afirma jornal