in

‘Hoje, qualquer coisa que se possa dizer contra um negro é sempre sinal de racismo’, diz Jorge Jesus

Flamengo
Divulgação / Flamengo

Uma grave acusação de racismo mexeu com o mundo do futebol nesta terça-feira (08), na partida entre PSG x Istanbul, pela Liga dos Campeões. Uma fala do quarto árbitro da partida mobilizou as duas equipes a saírem de campo e obrigou o adiamento do jogo, além de gerar um onda de manifestações antirracistas fora dele.

O Mister Jorge Jesus foi confrontado na manhã desta quarta-feira (09) sobre o assunto. O comandante do Benfica acredita que estão “na moda” acusações de racismo.

“Não sei o que aconteceu, o que se falou, o que se diz, mas hoje está muito na moda isso do racismo. Como cidadão tenho direto de pensar à minha maneira e só posso ter uma opinião concreta se souber o que se disse naquele momento. Porque hoje qualquer coisa que se possa dizer contra um negro é sempre sinal de racismo. A mesma coisa dita contra um branco já não é sinal de racismo. Está se implantando essa onda no mundo. Se calhar, até houve algum sinal de racismo com esse treinador, mas eu não sei o que disseram”, disse o português em entrevista coletiva.

Marcos Braz tenta última cartada por Diego Alves

Neto chama Jorge Jesus de racista e exalta atitude de Neymar