in

Edmundo afirma que eliminações podem ter lado positivo no Flamengo – ‘Pagam fortunas para reservas’

Reprodução

A eliminação do Flamengo da Copa do Brasil e da Libertadores da América representaram um baque nas projeções financeiras do clube para a temporada de 2020, que já havia sido afetada de forma significativa pela pandemia de Coronavírus. Com isso, a tendência é que o clube negocie alguns atletas na próxima temporada para equilibrar o caixa.

Em participação na ESPN Brasil, o Animal afirmou que os dirigentes rubro-negros terão que trabalhar com uma realidade diferente.

“Os dirigentes do Flamengo podem colocar os pés no chão. Algumas renovações foram precipitadas, jogadores no banco de reservas ganhando uma fortuna, como por exemplo: o Diego Ribas. A própria provável saída do Diego Alves, para ser substituído por um goleiro prata da casa. Parece que o Flamengo finalmente está enxergando o futebol brasileiro do jeito que ele é”, afirmou.

No curto prazo, o clube pretende renovar com o goleiro Diego Alves e adquirir em definitivo o atacante Pedro, junto à Fiorentina, que terá o custo de cerca de R$ 92 milhões de reais, para isso, um dos atletas que já devem ser negociados é o também atacante Lincoln, que recebeu proposta do Pafos de cerca de R$ 20 milhões de reais.

UrubuTT - Twitter

Galvão diz que Ceni ‘foi muito mal contra o Racing’ mas defende permanência do treinador do Flamengo

Flamengo vence o Botafogo e se mantém no G4 do Brasileirão