in

Sormani perde a linha e aponta principal culpado pela eliminação do Fla – “Foi um escândalo”

Reprodução

Considerado por todos como um dos favoritos ao título da Libertadores da América, o Flamengo acabou sendo eliminado em pleno Maracanã dando adeus à competição. Logo após a eliminação da equipe rubro-negra o comentarista Fábio Sormani, fez duras críticas à diretoria pela demissão do treinador espanhol Domènec Torrent.

Além das duras críticas, o comentarista também apontou o grande culpado pela eliminação da competição, dizendo que a atuação da equipe foi “um escândalo”.

“Eu fui crítico no momento da demissão do Dome. Erraram. Não deveriam ter demitido. Ele tinha o time na mão, o elenco na mão. Ele conhecia todos os jogadores. Perdia? Perdia, tinha problemas defensivos, mas estava tentando arrumar. Agora começou um trabalho do zero com o Rogério Ceni. Qual o resultado disso? Eliminação na Copa do Brasil e na Libertadores. O grande culpado dessa história toda é o Rogério. No jogo contra o São Paulo nem tanto porque estava no começo, mas hoje foi um escândalo. O que ele fez hoje foi um escândalo”, afirmou.

O comentarista também criticou Marcos Braz, Vice-Presidente de Futebol, responsável por dar as ordens no departamento de futebol do clube, afirmando que o dirigente errou no planejamento do clube para a temporada de 2020 e questionou os motivos que o levou a demitir Domènec Torrent, quando o clube estava à um ponto da liderança do Campeonato Brasileiro e classificado na Libertadores.

“Braz, você pisou na bola esse ano. Primeiro em ter contratado o Doménec, que estava indo bem, não estava indo mal. Ele deixa o Flamengo a um ponto da liderança do Campeonato Brasileiro e classificado na Libertadores. Por que esse cara é demitido? Por que tomou de quatro do São Paulo? Isso pode acontecer, futebol é assim. Isso acontece. Aí ele pega e manda embora o Domènec e contrata o Rogério Ceni, gente. Tenha santa paciência”, disparou.

Cereto diz que Ceni não conhece o Flamengo – “Técnico estagiário”

Capetinha detona Rogério Ceni – ‘Treinador de time pequeno’