Sou Fla de Coração

Um site feito de Flamenguista para Flamenguista

Ads

Ads

News

Flamengo sonda situação de Jonas, e volante aparece como opção para repor Thiago Maia

Devido a lesão do volante Thiago Maia, a diretoria rubro-negra analisa o mercado e avalia a possibilidade de contratar um atleta da posição. E um velho conhecido da Nação aparece como opção. Trata-se do volante Jonas, que já vestiu o Manto Sagrado.

O jogador está livre no mercado desde outubro, quando rescindiu o contrato com o Al Ittihad, da Arábia Saudita. O staff do atleta estava negociando com o Botafogo, mas segundo informação divulgada pelo jornalista Mauro Cezar Pereira, em seu canal no Youtube, a diretoria rubro-negra avalia a possibilidade de intervir no negócio.

“Jonas, que já foi do Flamengo e estava na Arábia Saudita, seria uma das possibilidades (de contratação). Não significa que seja o nome escolhido, mas uma das possibilidades em um mercado que você não tem tantas opções assim. Fato é que o Flamengo precisa recompor o elenco com alguém que possa preencher essa lacuna deixada pelo Thiago Maia. Jogador da mesma qualidade dificilmente vai conseguir, mas pelo menos ter alguém que seja da posição, do setor, é necessário”, disse o repórter, antes de prosseguir:

“Jonas vinha aparecendo como possibilidade para o Botafogo, as partes estavam negociando, mas ele pode até ter outro encaminhamento (Flamengo). Com essa situação do Thiago Maia, o Botafogo pode perder uma possibilidade de contratação de um atleta que seria útil à equipe”, encerrou o jornalista.

Além da lesão de Thiago Maia, o fato de o Flamengo ter apenas Willian Arão e dois garotos da base (Daniel Cabral, 18 anos, e João Gomes, 19 anos) disponíveis faz com que dirigentes e comissão técnica debatam a necessidade de um reforço para o setor. Jonas foi contratado pelo Rubro-Negro em 2015, por R$ 2,5 milhões. Ele foi emprestado para Ponte Preta, Dinamo Zagreb, da Croácia, e Coritiba. O volante atuou em 55 jogos pelo Mais Querido, até ser vendido por cerca de R$ 9 milhões ao Al-Ittihad, em 2018.

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: